Tuesday, February 27, 2007

Das horas

Se tantos momentos passam despercebidos, se tantas coisas não lembramos, quantas horas de vida sobram no final?

4 comments:

Anonymous said...

Poucas, minha cara, poucas mesmo.
Por isso, nada de se ater a convenções do estilo "eu não te conheço há cinco anos"...
;)
rescue me, rescue you & rescue now.

Anonymous said...

Pois Poinha...
A gente tem q aproveitar os momentos, pq depois q eles passam... :(

Amo tu!!!!

Saudade monstraaaaaaaa!!!!

Tati :)

Anonymous said...

Adorei o telefonema!
Escreve mais!
Me liga mais!
;)

thiago said...

faltou o "s" do plural em "despercebidos".

There was an error in this gadget