Wednesday, December 24, 2008

Do ridículo

O amor é o ridículo da vida
A gente procura nele uma pureza impossível
Uma pureza que está sempre se pondo
Indo embora

Sorte é se abandonar e perder essa falsa ideia de paraíso que nos persegue
Bonita e breve
Como borboletas que só duram 24 horas...

(Cazuza)

4 comments:

Tijolada said...

porque "impossível" a pureza? Será que eu sou tão sonhador assim? Ou será que estou apaixonado?

PaTi said...

Deixa a paixão passar pra tu ver... hehehe
beijo, querido.

Tijolada said...

Não deixo não!! hehe... é só cuidar direitinho, que ela não passa...

letras said...

Elizabeth bishop - Casabianca

Love's the boy stood on the burning deck
trying to recite "The boy stood on
the burning deck." Love's the son
stood stammering elocution
while the poor ship in flames went down.

Love's the obstinate boy, the ship,
even the swimming sailors, who
would like a schoolroom platform, too,
or an excuse to stay
on deck. And love's the burning boy.

There was an error in this gadget