Tuesday, May 30, 2006

Do filme

Há muito tempo não chorava vendo um filme. Chorei assistindo Crash. Chorei por mim, chorei pelas pessoas. "Celebrei" nossa hipocrisia e "louvei" o preconceito. Desabei pelos bons,
como aquele careca tatuado com cara de mau tão humano...
o negro que desembrulhou da mão um santo...
A menininha que tentou proteger o pai...
A empregada dedicada...
Crash desabou meu mundo. Seria bom construir outro. Outro só de carecas tatuados com cara de mau, de negros devotos a São Cristovão, de menininhas e de empregadas...
"A ciência sabe como levar o homem à lua, mas não sabe como fazê-lo amar" (Rubem Alves)

1 comment:

Kati said...

Eu Tb gostei pra se fuder do filme.
fiquei um tempão com ele na cabeça.

filmaço!

There was an error in this gadget