Sunday, November 15, 2009

Do desabafo

Reflexões de uma amiga querida que está pensando num fim próximo:

Ainda olho pra ela com meus olhos de loucura. Eu olho pra ela e vejo o "meu pra sempre".
Só sei que se a gente se separar eu tenho que encontrar uma forma de não procurar por ela em todas as outras pessoas. É isso que eu sei... porque ela é tudo que sei amar, tudo que sei admirar. Eu queria ser como ela: bonita, forte decidida. Então ela é meu caminho. E agora como faço se meus pés só decoraram os caminhos dela? Ninguém me ensinou a desdecorar uma história.

Esse desabafo foi digitado: poesia via msn. Foi das coisas mais lindas que já ouvi. Ela fala de crise, de possível separação..., mas, paradoxalmente, também quero um amor assim.
Força, amiga. É incoerente mesmo desamar amando. Mas um dia vem, todo dia, atrás do outro.

6 comments:

Anonymous said...

uma bebida pelo amor de deus.

A PESSOA said...

uma bebida pelo amor de deus.

Sabina Insustentável said...

"uma bebida, um cigarro e sai daqui merda". São os dias de fossa que nos deixam meio Maysa...

Pra ser menos depressiva e mais animadora, filosofia de buteco (rs):


"não importa em quantos pedaços o seu coração se parta... a vida não para que voce o conserte"

Fato, vc disse!

Nina said...

"Trazzzzzzzz um vinhoooo , chocolate laka e some daqui"

auhauhah

Blog do Óbvio said...

Sabina, minha amiga insustentável. Fiquei feliz por você ter gostado da postagem da Martha. Ficarei mais feliz ainda se conseguir vê-la não se importando com incomodações que passam. Fique forte, menina. Afinal você é insustentável. Uma beijoka com perseguição e carinho. Manoel.

Roberta said...

Lindo Sabia e tão verdadeiro.. quem nunca passou por um sentimento desses.. de sentir a completude de si mesmo no outro e ficar perdido com o fim.. mas como você mesmo disse..nada como o tempo!

Um beijo!!

There was an error in this gadget