Thursday, December 17, 2009

Dos futuros amantes

Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar

E quem sabe, então
O Rio será
Alguma cidade submersa
Os escafandristas virão
Explorar sua casa
Seu quarto, suas coisas
Sua alma, desvãos

Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber...


(Chico Buarque, sempre a calhar)

a música: Futuros amantes: http://www.youtube.com/watch?v=59P64-TtOKY



10 comments:

Tatiana said...

É... dizem que o amor é paciente, mas não sou muito adepta dessa filosofia. Pra mim, amar é pra já, sim! Se há mesmo amor, ele não espera, ele simplesmente ACONTECE e deve ser vivido.

beijos Sabina!

Nina said...

Eu concordo, AMOR é paciente!
Amor espera, claro que tem um limite.
Mas enquanto houver amor, haverá esperança, haverá anseios em acatá-lo... Submissos ao que não conseguimos desmanchar.

Sabina Insustentável said...

kkkkkkkkkkkkkkkk
Tati, vc não é ansiosa, o mundo que é lerdo né?
Ninoca, tb concordo. Mas vem com o tempo... tem momentos q a gte consegue esperar com calma, sem medos, sem cobranças... mas tem fases em que nos falta plenitude e atropelamos tudo.... por um desamor, uma decepção, por medo de se machucar. Mas isso passa. E nos erguemos mais fortes e plenas!

Roberta said...

Chico sempre sensacional...

Blog do Óbvio - Manoel said...

Sabina, minha querida e insustentável amiga. Que bacaninha isso! Adorei esse trecho:
"Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios"
Nada acontece por acaso. Você sabe disso. Então seu sub-consciente mandou você postar isso, né?
Beijos sem pressa. Manoel.

Camila O. said...

"Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização"

Ótimo!

Sabina Insustentável said...

Obrigada a todos pelos comentários! Manoel e Roberta, um beijo carinhoso.

Camila, pura poesia né?

Um beijo!!
Sabina.

Cruela Veneno da Silva said...

adoro

Graziela Motta said...

ta, ta. o chico é um malandro, pq ele sabe que a mulherada obedece. Eu sou uma. Esperando aqui, acho que quando engravidar, vou alugar um útero, esperar não é comigo. Mas pra alugar esse útero tenho que esperar o tal do amor... vou alugar um também.
Resolvido.

Sabina Insustentável said...

Grazi revolta! hahahaha
Tb adoro, Cruela!

Beijo nas duas.

There was an error in this gadget